Cicatrizes-Acne-Dr-Alexandre-Lima-Dermatologista-Belo-Horizonte-BH-03

Acne e pele oleosa

A pele oleosa é uma condição caracterizada por poros abertos e uma aparência brilhante que resulta do excesso de produção de sebo pelas glândulas sebáceas e sua liberação a partir do óstio folicular na superfície da pele.

O sebo é composto principalmente de lipídios neutros, com uma quantidade relativamente alta de triglicérides, ácidos graxos livres, ésteres de cera, colesterol e esqualeno. Entre eles, esqualeno e estéres de cera são componentes exclusivos e típicos do sebo. O sebo secretado cobre a superfície da pele e constitui a maioria dos lipídios da pele. Além disso, uma fração lipídica muito menor é produzida por queratinócitos epidérmicos, os quais, na maior parte, preenchem os espaços intercelulares entre queratinócitos e asseguram a barreira de permeabilidade da pele. Os sebócitos parecem ser muito mais do que simples alvos dos androgênios. Recente evidência sugere que eles também são capazes de metabolizar e sinteti­zar hormônios andrógenos e, por isso, desempenham um importante papel na homeostase do androgênio cutâneo.

A dinâmica do fluxo do sebo da superfície da pele resulta de um processo de várias etapas, começando com a proliferação de sebócitos, a síntese de lipídios intracelulares, a lise das células no duto sebáceo, o armazenamento de sebo na reserva folicular e a descarga por meio da abertura folicular, espalhando o sebo sobre o estrato córneo.

As características da pele oleosa são perturbadoras para pessoas (principalmente mulheres) com essa condição e são percebidas como um sério problema cosmético.

Leia mais:

(31) 3222-2245Clique e Ligue agora: 8:00-11:00 e 13:00-18:00
Acne e pele oleosa
Avalie essa publicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *