TAKING TOO LONG?
CLICK/TAP HERE TO CLOSE LOADING SCREEN.
Tag: Belo Horizonte

Filtro Solar Oral

Os produtos hoje chamados de Filtro Solar Oral, ou Filtro Solar em Comprimido, têm a função de previnir e corrigir danos da exposição solar. Eles neutralizam os radicais livres, que estão relacionados à agressão da pele pela luz.

No momento que a luz do sol atinge a pele, radicais livres são liberados, desencadeando uma série de reações que comprometem o funcionamento normal das células. Devido a esse desgaste contínuo, as células vão perdendo sua capacidade de se defender e por fim deixam de se multiplicar corretamente.

O resultado desse processo é o aparecimento de manchas, flacidez e até câncer de pele. O uso dos fotoprotetores em comprimido NÃO substituem o protetor solar tópico, atua sim como adjuvante na proteção da pele, uma vez que não bloqueia a radiação, apenas combate os efeitos da mesma depois de já ter atingido a pele. Por isso, o produto de via oral não pode ser usado isoladamente, ele deve ser um aliado com o protetor solar tópico.

Existem no mercado, vários produtos com essa função, a mais conhecida dessas medicações é um ativo extraído da planta Polipodium leucotomos, com várias propriedades inerentes que podem proteger sua pele em relação a radiação ultravioleta.

Em resumo os chamados protetores via oral ajudam na proteção, mas não podem substituir a proteção tradicional e as medidas educativas.

[sc:AssineListaFinalPost ]

Cuidados com a pele no verão

No verão é normal haver um aumento das atividades realizadas ao ar livre. Nessa época também, a radiação solar incide de forma mais intensidade sobre a Terra, com isso aumenta o risco de queimaduras, câncer da pele e outros alterações. Sendo assim, não podemos deixar a fotoproteção em segundo plano. A seguir vou dar algumas dicas para aproveitar a estação mais quente (e animada) do ano sem colocar a saúde em risco.

Roupas e acessórios

Além do filtro solar (muito importante para o nosso dia a dia), durante o verão é importante usar chapéu e roupas de algodão nas atividades ao ar livre, pois retêm cerca de 90% das radiação UV. Tecidos como o nylon, protegem apenas 30%.  As barracas usadas na praia devem ser feitas de algodão ou lona, materiais que absorvem 50% da radiação UV. Outro objeto que tem extrema importância são os óculos de sol, que previnem cataratas e lesões á córnea.

Comportamento de proteção

A melhor forma de prevenir é ter um comportamento adequado. Diminua ao máximo a exposição desnecessária. Procure áreas de sombra, não fique se expondo para bronzear. E principalmente, evite a exposição solar entre 10h e 16h (horário de verão), pois nesse horário a incidência e a radiação estão mais fortes.

Filtro solar

Durante o verão devemos reforçar o uso de filtro solar, ele deve ser aplicado diariamente, e não somente nos momentos de lazer. A recomendação é utilizar um produto com FPS 30 ou superior e um PPD acima de 10. Ideal para uma exposição mais prolongada ao sol (praia, piscina, pesca etc.). Para pessoas mais sensíveis, que possuam manchas e melasma ou que estejam em tratamento com ácidos ou laser, eu recomendo FPS 60 e PPD 20.

Os produtos devem ter proteção contra os raios UVA (indicado pelo PPD) e contra os raios UVB (indicado pelo FPS). O ideal é que se aplique o produto 30 minutos antes da exposição solar, para que a pele o absorva (se não for possível aplicar com essa antecedência, aplique mesmo que na hora de se expor). Reaplique o filtro a cada duas horas, mas fique atento, esse tempo acaba sendo menor se houver muita transpiração ou caso você entrar na água. Aplique o protetor uniformemente em todas as partes de corpo, isso inclui mãos, orelhas, nuca, pés. Cuidado com filtro solar em Spray, é muito comum a aplicação irregular desse protetor, que pode deixar algumas áreas de pele desprotegidas.

Outras dicas

Uma dica interessante é o uso de fluidos siliconados nas pontas dos cabelos. Dessa forma você impede que eles se danifiquem com o vento, calor ou maresia.

Cicatrizes e proteção solar: Quando novas, as cicatrizes podem ficar escuras se não forem protegidas. Pode ser colocado o filtro na própria cicatriz ou protegê-las com adesivos ou esparadrapos.

Em crianças, inicia-se o uso do filtro solar a partir dos seis meses de idade, utilizando um protetor adequado para a pele sensível da criança, de preferência os filtros físicos. Você pode pedir orientação a um pediatra ou a um dermatologista sobre qual o melhor tipo para cada caso.

É muito importante para nós, pais,  transmitir para as crianças e jovens o hábito de usar o protetor solar diariamente. 75% da radiação acumulada durante toda a vida ocorre na faixa entre 0 e 20 anos.

Pele negra e proteção solar: As pessoas de pele negra têm uma proteção natural da pele, já que produzem uma quantidade muito maior de melanina, mas não podem esquecer da fotoproteção. Os negros também estão sujeitos a queimaduras, câncer da pele e outros problemas. Dessa forma, precisam usar filtro solar, roupas e acessórios apropriados diariamente.

Hábitos Diários

As temperaturas mais quentes exigem maiores cuidados com a hidratação, tanto por dentro quanto por fora. Aumente a sua ingestão de líquidos no verão, consumindo bastante água, suco de frutas e da água de coco. Aplique diariamente um bom hidratante, isso ajuda a manter a quantidade de água na pele entre 10% a 30%.

Alguns alimentos podem ajudar na prevenção dos danos que o sol causa à pele: cenoura, abóbora, mamão, maçã e beterraba, são alguns deles. Esses alimentos contêm carotenóide, ele se deposita na pele e auxilia pois retém as radiações ultravioletas. Esta substância é encontrada nas frutas e legumes de cor alaranjada ou vermelha.

Durante o banho, use sabonetes adequados ao seu tipo de pele. A temperatura da água deve ser fria ou morna, para evitar o ressecamento.

Fonte: Sociedade Brasileira de Dermatologia

[sc:AssineListaFinalPost ]

Proteção e Estilo

Olá! Eu sou a Cissa Santos, do Moda a Meu Modo, publicitária apaixonada por moda e consultora de imagem e estilo com extensão pela UFMG. A pedido do Dr. Alexandre Lima, sempre preocupado com a pele e com a proteção solar e escutando que é difícil usar um chapéu no dia-a-dia, resolvi fazer esse pequeno guia com algumas dicas para quem quer usar chapéu, mas não sabe como e onde usar cada modelo. Vou mostrar também algumas inspirações, para que vocês possam identificar qual combina mais com o seu estilo.

Os chapéus, como um todo, garantem muito estilo e charme aos looks. Vale ressaltar que quanto maior a aba do chapéu, maior a proteção.

Chapéu Panamá
Esse é um dos modelos mais usados e mais fáceis de se combinar. O chapéu panamá tem todo gingado de uma boa roda de samba, mas também a leveza das festas tropicais. Use em eventos informais, como churrascos, clubes, praia, piqueniques, etc.

01- Chapéu Panamá
Chapéu de Praia
Os chapéus de praia costumam ter abas bem longas, para garantir proteção redobrada, afinal haja sombra para segurar o sol forte dos litorais. Esses modelos trazem uma dose extra de elegância e ficam ótimos com óculos enormes e acessórios. Para balancear, prefira biquinis lisos. Deixe que os acessórios façam a festa!

02- Chapéu de Praia

 

 

Chapéu Floppy
Esse é o queridinho das fashionistas. Com o estilo boho em alta, esse modelo não sai da cabeça, literalmente. Use com muitos acessórios, como pulseiras, colares e anéis. Ficam lindos com vestidos ou saias longas e aquela rasteirinha super confortável que a gente ama.

03- Chapéu Floppy

 

Chapéu Coco
Use noite e dia. O chapéu coco pode ser usado tanto em ambientes externos quanto internos. São mais elegantes e podem ser usados inclusive em coquetéis.

04- Chapéu Coco

 

Viseiras
Na praia, piscina ou para praticar esportes. As viseiras são leves e super práticas. São ideais para praticar esportes porque se fixam melhor na cabeça. Use com um rabo para ter ar mais esportivo ou coque para dar um toque de elegância.

05- Viseira

 

Chapéu Country
Vamos aos campos e pastos. Separe sua calça ou short jeans e as botas de cowboy. Ficar em cima de um cavalo ou andar pelos campos exige também muita proteção. Para combinar com esses ambientes, nada como um belo chapéu.

06- Chapéu de Cowboy

 

Chapéu Social
Quem disse que no inverno o sol não maltrata? Essa é a hora de apostar em um chapéu social. Ficam lindos com sobretudo ou capas com botas. São super elegantes!

07- Chapéu Social
Espero que vocês tenham gostado das dicas!
Beijocas, Cissa Santos.

Imagens: Google Imagens.

[sc:AssineListaFinalPost ]

As roupas protegem contra o sol?

[dt_sc_titled_box type=”titled-box” title=”Quer saber quais cuidados tomar?” variation=”blue”]
As escolha dos melhores produtos para uma correta prevenção e tratamento da pele requer uma consulta médica detalhada.

[dt_sc_button size=”small” link=”https://www.dralexandrelima.com.br/contato/” target=”_blank” variation=”blue”]Agendar Consulta[/dt_sc_button]
[/dt_sc_titled_box]

[dt_sc_clear]

Link para o video: www.youtube.com/watch?v=jVf2CX59n40

 

Olá Pessoal, eu sou o Dr Alexandre Lima, sou médico, apaixonado pela dermatologia e hoje estou aqui para um video da nossa série Um Momento pela Sua Pele.

Hoje eu vou falar sobre as Roupas e Sua proteção solar, com qual idade devemos começar.

Eu já falei em outros momentos que o uso regular de um bom Filtro Solar ajuda a prevenir o Câncer de Pele e nos tratamentos de rejuvenescimento da pele.

As roupas protegem contra os Raios UV do Sol?

Muitos perguntam se as roupas protegem contra o sol ou se precisamos usar protetor solar quando estamos com roupas. E a resposta é: depende!

Os tecidos normais protegem um pouco, mas não muito. Uma camiseta seca, tem um FPS aproximado de 16, que é pouco, molhada é menor ainda. O Lycra tem um FPS de 35 que é bom. Assim, se a roupa for muito clara ou fina, você terá que usar filtro solar, mesmo nas áreas cobertas.

Dica

A minha dica de hoje é sobre roupas com proteção solar… existem tecidos específicos, preparados com partículas na própria trama, que dão ao tecido um FPS de 50 ou mais. Temos camisas, roupas de banho, chapéus, etc. Muito úteis para crianças, esportistas ou pessoas que tem que trabalhar ao sol. Eu vou deixar um link abaixo para você saber um pouco mais sobre isso.

RELEMBRANDO…

[dt_sc_fancy_ul style=”star” variation=”cyan”]

  • O filtro solar deve ser aplicados e reaplicado algumas vezes ao dia. Ideal a cada 2-3 horas.
  • O ideal é que se aplique 20 minutos antes de se expor.
  • O uso frequente retarda o envelhecimento e previne o aparecimento de câncer de pele.
[/dt_sc_fancy_ul] 

[sc:AssineListaFinalPost ]

Com qual idade Começar a usar Filtro Solar?

[dt_sc_titled_box type=”titled-box” title=”Quer saber quais cuidados tomar?” variation=”blue”]
As escolha dos melhores produtos para uma correta prevenção e tratamento da pele requer uma consulta médica detalhada.

[dt_sc_button size=”small” link=”https://www.dralexandrelima.com.br/contato/” target=”_blank” variation=”blue”]Agendar Consulta[/dt_sc_button]
[/dt_sc_titled_box]

[dt_sc_clear]

Link para o video: https://www.youtube.com/watch?v=VhCX3jz_Jwc

 

Olá Pessoal, eu sou o Dr Alexandre Lima, sou médico, apaixonado pela dermatologia e hoje estou aqui para um video da nossa série Um Momento pela Sua Pele.

Hoje eu vou falar sobre proteção solar, com qual idade devemos começar.

Todos nós sabemos a importância do uso de um bom Filtro Solar, que o uso regular ajuda a prevenir o Câncer de Pele e retardar o envelhecimento da pele.

 

No entanto, o uso de filtro solar está contra-indicado nos bebês abaixo de 6 meses de idade. Nesse caso recomendamos evitar exposição desnecessária e também a utilização de roupas especiais .

Entre os 6 meses e os 2 anos, recomendamos o uso de filtros solares específicos para crianças ou aqueles que contenham apenas protetores físicos em sua composição.

A partir dos 2 anos de vida, a criança já pode usar qualquer protetor solar, devendo apenas observar se existe alguma alergia específica ao produto.

E LEMBREM-SE

[dt_sc_fancy_ul style=”star” variation=”cyan”]

  • O filtro solar deve ser aplicados e reaplicado algumas vezes ao dia. Ideal a cada 2-3 horas.
  • O ideal é que se aplique 20 minutos antes de se expor.
  • O uso frequente retarda o envelhecimento e previne o aparecimento de câncer de pele.
[/dt_sc_fancy_ul] 

[sc:AssineListaFinalPost ]

Video Botox: Como funciona, indicações, principais dúvidas

Link para o video: www.youtube.com/watch?v=HJny2NcQbs4

 [dt_sc_clear]

Olá Pessoal, eu sou o Dr Alexandre Lima, sou médico, apaixonado pela dermatologia e me dedico a aprimorar a beleza e harmonia da sua pele.

Hoje eu vou falar sobre a Toxina Botulínica, como funciona e quais os benefícios que ela pode trazer para você.

Introdução

Em primeiro lugar, uma pequena observação, assim como gilete virou sinônimo de lâmina de barbear, pelo uso corrente Botox, que é uma marca de Toxina Botulínica, virou sinônimo do procedimento em si, mas saiba que existem diversas marcas de excelente qualidade no mercado, todas com efeito semelhante, como é o caso do Dysport, Xeomin, Botulift, Prossigne e o próprio Botox. Assim, quando eu falar “Botox” estarei falando do procedimento e não da marca.

[accordion_item title=”O quê é a toxina botulínica?“]

A Toxina Botulínica é um medicamento extraído, originalmente da bactéria Clostridium botulinum que tem o efeito de paralisar a musculatura e é utilizado para fins estéticos, no tratamento de linhas de expressão, linhas faciais e no tratamento da hiperidrose (suor excessivo). Hoje também vem sendo utilizada no tratamento de enxaqueca além de outras alterações.

Ao se fazer a aplicação do botox, o medicamento se liga a receptores neuromusculares, impedindo a transmissão dos impulsos que partem do neurônio em direção ao músculo. Assim, a sua contração não acontece, relaxando a musculatura.

[/accordion_item]

[accordion_item title=”Como é feita a aplicação do botox?“]

Primeiro o médico fará uma avaliação individualizada de cada paciente, um estudo da sua musculatura e o que precisa ser feito. Não existe padrão único de aplicação e o treinamento do médico é muito importante nesse momento.

A aplicação de botox é feita através de pequenas injeções nos locais a serem tratados. Em pacientes mais sensíveis podemos utilizar anestésicos tópicos ou gelo para aliviar a sensação, mas na grande maioria das pessoas a dor é muito leve, como pinçar um pêlo, por exemplo.

Esse processo faz com que haja um relaxamento das linhas de expressão, ao relaxar esses músculos, impedimos a formação das rugas dinâmicas, como quando franzimos a testa, ou nas rugas de “pés-de-galinha”.

Isso tem também um efeito preventivo pois retarda o aparecimento das rugas estáticas.

[/accordion_item]

[accordion_item title=”Quando surge o efeito?“]

O efeito começa a aparecer com 2 a 7 dias e dura em torno de 4-6 meses quando é feita aplicação de botox no rosto e 9 meses a 1 ano, quando aplicamos o botox para hiperidrose

[/accordion_item]

[accordion_item title=”Quais são as principais indicações do botox?“]

As principais indicações são para o tratamento das Rugas de expressão, especialmente aquelas da testa e ao redor do olhos (pés-de-galinha).

Também vem sendo muito utilizado para o tratamento de Enxaqueca, Hipertrofia de Masseter e Bruxismo, Definição do contorno da mandíbula, Hiperidrose, entre outros.

[/accordion_item]

Agora eu vou responder às principais dúvidas a esse respeito:

[accordion_item title=”A primeira dúvida é: Quanto tempo dura o botox?”]

O botox dura em torno de 3 a 4 meses, quando começa a passar o efeito, aos 6 meses já não há efeito dele. Por isso a indicação de fazer uma nova aplicação a cada 6 meses.

[/accordion_item]

[accordion_item title=”A segunda dúvida é: O Rosto fica pior quando passa o efeito do botox?”]

Não, o rosto fica igual era antes de aplicar ou em muitos casos mantém-se um pouco melhor, mas não fica pior. Não há piora da flacidez ou qualquer outro problema.

[/accordion_item]

[accordion_item title=”A terceira dúvida é se Existe algum risco? Eu vou ficar com o rosto torto, ou sem expressão?”]

Essa pergunta é sempre importante, pois todo procedimento médico tem seus riscos. Por isso a resposta é SIM, existem riscos. Se não for bem aplicado você pode ter alguma assimetria mais importante ou até uma paralização mais forte deixando o rosto “chapado”.

Ocasionalmente pode-se pegar algum vazinho na aplicação, ocasionando um pequeno hematoma, mas é pouco frequente.

É por isso que esse procedimento deve ser realizado por um médico, e um médico bem treinado, pois assim, após uma conversa calma e detalada, você será melhor avaliada.

[/accordion_item]

[accordion_item title=”A Quarta dúvida diz sobre as contra-indicações ao botox?“]

As contra-indicações absolutas são Gravidez, Alergia ao produto e presença de infecção no local de aplicação.

Ele também não é indicado em casos mais intensos de flacidez, pois você não notará grande diferença.

[/accordion_item]

[accordion_item title=”A quinta dúvida é Quem pode aplicar botox ou com qual idade eu posso começar a aplicar?“]

O botox é extremamente seguro, sendo utilizado em certas doenças neurológicas até mesmo em crianças, em doses inclusive maiores que aquelas utilizadas na estética.

Por isso, podemos utilizar em qualquer idade, desde que bem indicado, é cada dia mais frequente o uso como forma de prevenir o surgimento das rugas, a partir dos 20-25 anos aproximadamente.

E no tratamento da Hiperidrose, ou suor excessivo, pode ser utilizado inclusive em adolescentes.

[/accordion_item]

 

Eu espero que tenha gostado desse video, e como eu sempre digo, muitas outras dúvidas vão surgir, deixe um comentário ou veja o meu formulário de contato e faça a sua pergunta.

Um grande abraço e até o próximo video.

[sc:AssineListaFinalPost ]

Tratamento de Cicatrizes de Acne com Laser de CO2 Fracionado

 

A Acne ou Espinha é uma doença muito comum. E se você não teve, tenho certeza que conhece alguém muito próximo a você que passou por esse problema. Ela acomete principalmente adolescentes mas também pode aparecer em crianças e nos adultos e nesse caso é mais comum nas mulheres entre 20 e 40 anos. Existem algumas pessoas que desenvolvem formas mais graves de acne, e estas formas podem deixar manchas, marcas e cicatrizes no rosto e no tronco.

As cicatrizes ocorrem devido a um processo inflamatório na pele, que leva a uma consequente fibrose e retração da superfície da pele, levando às depressões. Algumas vezes essas depressões assumem um aspecto grosseiro.  E se você tem esse problema saiba: eu entendo e sei o quanto isso te incomoda.

Essas cicatrizes podem se apresentar com vários aspectos:

  • Atróficas, que são deprimidas, mais finas que a pele normal, ou
  • Hipertróficas e queloideanas, que são mais espessas que a pele normal.

A parte boa é que nós temos várias formas de tratar e melhorar esse problema que você vê diariamente, quando se olha no espelho.

Existem diversos tipos de tratamento, como preenchimento, dermoabrasão, dermaroller, peeling, cirurgia e etc. Hoje vou falar sobre o Laser de CO2 Fracionado. No entanto é importante saber que em muitos casos devemos associar mais de um tipo de tratamento.

O Laser de CO2 Fracionado é um dos melhores tratamentos para as cicatrizes.

Ao ser aplicado na pele, ele promove uma vaporização localizada e aquecimento da região ao redor, esses dois processos fazem com que haja uma intensa renovação celular e migração de fibroblastos que vão produzir um colágeno novo, fazendo com que haja melhora do aspecto e da textura das cicatrizes e da pele.

Dúvidas sobre o tratamento com Laser de CO2 Fracionado

1) Existe alguma restrição de idade para fazer a aplicação do Laser de CO2 Fracionado?
Não, qualquer pessoa, independente da idade pode fazer, se o médico julgar que há indicação.

2) Quantas sessões são necessárias para o tratamento das cicatrizes?
Não existe um número certo de sessões, cada pele responde de uma forma, mas em média realizamos de 3 a 5 sessões.

3) Qual é o intervalo entre as aplicações do Laser de CO2 Fracionado?
Varia um pouco de pessoa para pessoa, mas normalmente eu realizo a cada 2 meses, para que a pele possa se recuperar e produzir mais colágeno.

4) Qual a melhor época do ano para realizar a aplicação do Laser de CO2 Fracionado?
Muitos acham que só podemos fazer esses procedimentos no inverno. No entanto se você seguir corretamente as orientações do dermatologista, pode ser realizado em qualquer época do ano.

5) A aplicação do Laser é dolorosa?
É um procedimento que pode ser bastante incômodo, dependendo de cada pessoa, mas com o uso de anestésicos específicos o procedimento torna-se muito tolerável.

6) Existe algum risco para a pele com esse tratamento?
Sim, existem riscos, caso não sejam observados os devidos cuidados ou se for aplicado por um profissional sem o devido treinamento, pode levar a sequelas como manchas e cicatrizes, que podem até ser permanentes. É por isso que esse procedimento só pode ser realizado por um médico bem treinado e de confiança.

[sc:AssineListaFinalPost ]

As Sardas São Perigosas? Dermatologista responde a essa e outras perguntas sobre o tema

Aquelas pequenas manchas que salpicam a pele podem ser comuns, mas as sardas permanecer um pouco como um mistério dermatológico para muitos – incluindo até mesmo aqueles que os têm. Entrevistamos três especialista para saber o básico sobre o assunto.

Então, o que exatamente são sardas?

“Sardas, também conhecidas como efélides, são manchas escuras causadas pelo sol”, diz o Dr. Joshua Zeichner, diretor de pesquisa Cosméticos e Clínica em Dermatologia da Mt. Hospital Sinai, em Nova York. “Elas ficam mais escuras no verão, quando a pele é exposta ao sol, e desvanece-se no tempo de inverno.”

Causados ​​pelos raios ultravioleta do sol, o sol estimula as células formadoras do pigmento da pele a produzir mais melanina na pele, mas, de acordo com o Dr. Howard Murad, “embora [sardas] sejam geralmente desencadeada pelo sol, elas vão se formar apenas naqueles que são geneticamente pré-dispostos a isto.”

Eu nasci com sardas. Certo?

Ao contrário da crença popular, ninguém nasce com sardas, que geralmente não aparecem até a adolescência. Dito isto, “sardas muitas vezes é ‘de família’, especialmente naqueles com pele clara e cabelos claros”, diz Jessica Wu, MD, um dermatologista baseada em Los Angeles e professor clínico assistente de Dermatologia da USC School of Medicine. “Aqueles com pele clara e cabelos ruivos ou loiros podem herdar células de pigmento da pele que são mais sensíveis aos raios UV, assim eles produzem mais pigmento melanina nesses pontos “.

Então, como posso saber se meus “pontos” são, na verdade, sardas ou qualquer outra coisa?

“Sardas são muitas vezes confundidas com manchas de sol, também conhecidas como lentigos”, diz Zeichner. Normalmente sardas são encontrados somente em partes expostas ao sol da pele como a face, braços, pernas, e poucos ou nenhum nos seios ou nádegas, “a menos que sejam nudistas”, brinca Wu.

As sardas são perigosas?

As pintas em si, não causam qualquer temor, mas “Aqueles que são geneticamente pré-dispostos a sardas são frequentemente pele clara, o que por sua vez sua vez torna-os mais suscetíveis ao câncer de pele”, adverte Murad, Wu concorda: “Eu adverti meus pacientes com sardas que ser mais disciplinado sobre o uso de protetor solar, especialmente nas áreas que apresentam sardas. Estas áreas tiveram mais exposição aos raios UV. ”

Você pode (de forma segura) acabar com as sardas?

As Sardas podem ser atenuadas com tratamento adequado, e sardas novas, geralmente desaparecem por conta própria. “Para clarear sardas topicamente, procure produtos com vitamina C, ácido azeláico, ácido elágico, bear berry e licorice, que podem ser usadas a suprimir e gradualmente clarear hiperpigmentação da pele”, diz Murad. “Eles também podem responder a medicamentos como Ácido Retinóico ou hidroquinona”, afirma Wu. “Eu costumo usar um laser de luz pulsada intensa (IPL) para o claremento das sardas. O procedimento demora cerca de 20 minutos. ”

É possível prevenir a formação de sardas?

Tal como acontece com muitas coisas na vida, a prevenção é fundamental. “Usar protetor solar todos os dias como parte de seu regime, como escovar os dentes. O protetor solar pode ajudar a prevenir a formação e o escurecimento de sardas, queimaduras solares, câncer de pele e rugas “, diz Zeichner.

Então, o que significa tudo isso?

Prática de sol seguro é importante para todos, mas ter sardas significa que você precisa ter cuidado extra, especialmente certificando-se que a sua pele é protegida com um protetor solar de amplo espectro. “Você herdou uma predisposição para sardas, e está susceptível a obter mais delas – além do risco de câncer de pele – se você não usar proteção solar”, alerta Wu.

 

Talvez você queira conhecer:

Artigo original: Jamie Stone (Are freckles dangerous? Dermatologists answer this and more questions about the spots)

Tradução: Dr. Alexandre Lima CRMMG 38981

Belo Horizonte

[sc:AssineListaFinalPost ]