TAKING TOO LONG?
CLICK/TAP HERE TO CLOSE LOADING SCREEN.
Tag: Tratamento

Tatuagens feitas na adolescência têm maior chance de causar arrependimento

Por: M. ALEXANDER OTTO, Dermatology News Digital Rede

Tradução: Dr. Alexandre Lima

SAN FRANCISCO – Quanto mais jovem a pessoa quando ela faz uma tatuagem, maiores são as chances de se arrepender mais tarde e querer fazer a remoção de tatuagem, de acordo com um levantamento de 501 pessoas no bairro francês de Nova Orleans.

Todos os participantes do estudo tinham idade de 18 anos ou mais e tinham pelo menos uma tatuagem. No geral, 16,2% disseram lamentar pelo menos uma tatuagem, mas esse número subiu para mais de um terço (35%) entre as 77 pessoas que receberam a sua primeira tatuagem, quando eles tinham 17 anos ou menos. Entre as 257 pessoas que esperaram até que estivessem 18-20 anos de idade, 13,6% lamentou uma ou mais das suas tatuagens.

Os demais, que tiveram sua primeira tatuagem a partir dos 21 anos de idade; 11,4% tinham algum arrependimento.

Cerca de um em cada cinco americanos têm uma tatuagem, com o aumento do número para cerca de um terço ou mais em pessoas de 18-30 anos de idade, de acordo com Walter Liszewski, um estudante de medicina da Universidade de Tulane, em Nova Orleans.

Estudos anteriores descobriram uma taxa de arrependimento de 16%-44%. A associação com a idade sugere que pode ser interessante, quando possível, para adolescentes, aconselhar adiar por um tempo, disse Liszewski. Há uma chance de que eles venham a escutar esse conselho se ele vier também de um dermatologista. Na pesquisa, 93% das pessoas pensavam que os tatuadores eram a melhor fonte de informação sobre as complicações da tatuagem e como tratá-los, mas os dermatologistas não ficaram muito atrás, com cerca de 80% dos entrevistados dizendo que os dermatologistas também eram uma fonte confiável para informações confiáveis ​​sobre tatuagens. “Então, não hesite em se envolver com os pacientes sobre tatuagens, complicações e outras perguntas que possam ter”, disse Liszewski na reunião anual da Academia Americana de Dermatologia.

Cerca de 70% dos participantes da pesquisa disseram que se sentiam à vontade para discutir essas questões com os prestadores de cuidados de saúde primários, e 40% disseram que se sentiam à vontade para discutir essas questões com os farmacêuticos.

Os requisitos de idade para tatuagens variam muito de estado para estado, mas alguns permitem que indivíduos com menos de 18 anos de idade possam fazer uma tatuagem, mesmo sem a permissão dos pais.

[…]

“Nós também estavamos preocupados que 21,2% receberam uma tatuagem em estado de embriaguez, e 17,6% tinham pelo menos uma tatuagem” feita em algum lugar que não seja um estúdio de tatuagem, disse ele. Isso significa que se “os pacientes têm um monte de tatuagens e você está batendo um papo, não hesite em perguntar-lhes onde eles estão fazendo suas tatuagens”, acrescentou.

Se as tatuagens foram feitas em uma festa, prisão ou em algum outro lugar “, você pode querer considerar aconselhar sobre teste de HIV e hepatite C” Mr. Liszewski observou.

Pouco mais de 3% dos participantes relataram ter tido uma tatuagem infectada, 22,6% dos entrevistados disseram que tinha uma tatuagem pruriginosas, e 3,8% disseram ter tido dor, por um mês ou mais depois de realizar a tatuagem.

“Complicações de tatuagem não são incomuns”, disse Liszewski. Dada a quantidade de pessoas tatuadas que demonstram confiar nos dermatologistas, “há uma oportunidade para que os dermatologistas cuidem dessas complicações”, acrescentou.

[accordion_item title=”Fonte”]

[/accordion_item]

[sc:AssineListaFinalPost ]

Tratamento para cicatrizes de Acne

[accordion_item title=”Como surgem as cicatrizes de acne?”]

As espinhas (ou acne) é uma doença comum, que aparece principalmente adolescentes mas que também adultos, mais comum nas mulheres entre 20 e 40 anos. Algumas pessoas desenvolvem formas mais graves de acne, e estas formas podem deixar manchas, marcas e cicatrizes, que são sequelas das espinhas. Podemos notar alterações da superfície da pele, principalmente cicatrizes deprimidas.

[/accordion_item]
[accordion_item title=”Como são os tratamentos para tirar cicatrizes de acne?”]

Existem vários tratamentos que podemos utilizar para a correção das marcas de acne. A escolha e indicação de cada um deles depende de cada caso, cada pele. Em uma mesma pessoa, pode ser necessário a utilização de mais de um tipo de procedimento, para que se alcance o melhor resultado. Dessa forma, o tratamento pode ser mais demorado, pois é comum um procedimento não poder ser realizado junto com outro.

Temos que ter muita paciência, controlar um pouco a ansiedade em resolver tudo de uma vez.

Assim, podemos até demorar um pouco para atingir o resultado esperado, mas os resultados persistem para sempre.

[/accordion_item]
[accordion_item title=”Qual profissional devo procurar para fazer o tratamento?”]

O ideal é que procure um médico treinado e nunca por profissionais não médicos. O motivo: sempre existem riscos de efeitos adversos, mesmo quando realizados adequadamente. E o médico é quem está mais preparado para resolver esses possíveis problemas.

[/accordion_item]

[accordion_item title=”Quais sãos os principais tratamentos para cicatrizes de espinhas?”]

Como expliquei, existem diversos tipos de tratamento, cada cicatriz, cada mancha, cada pele tem um que trará o melhor resultado, assim o dermatologista poderá avaliar aqueles que são os melhores para sua pele.

  • Peelings químicos
  • Dermoabrasão
  • Preenchimento cutâneo
  • Elevação das cicatrizes
  • Excisão e sutura simples (retirada cirúrgica das cicatrizes)
  • Ressurfacing a laser
  • Subcisão
  • Dermaroller
[/accordion_item]

[accordion_item title=”Peeling químico no tratamento das cicatrizes”]

Os peelings químicos, podem ser classificados, de acordo com sua profundidade que atinge a pele, em: superficiais, médios ou profundos. Quanto mais profundo for o peeling, maiores e melhores serão os resultados. Isso também aumenta os riscos de efeitos adversos e o desconforto durante e após a realização do peeling.

Quando o problema principal são as manchas residuais devido às espinhas. Uma sequência de peelings superficiais oferecem a segurança desejada e resultados muito significativos para o clareamento da pele.

Também há uma grande melhora da textura superficial da pele.

Para cicatrizes mais profundas precisamos de peelings também mais profundos, o que pode ser conseguido de várias formas: ATA/TCA (ácido tricloro-acético), Peeling de Fenol, etc. A escolha do produto é decisão do médico que irá fazer o tratamento.

[/accordion_item]

[accordion_item title=”Dermoabrasão”]

A dermoabrasão é um procedimento onde realiza-se o lixamento da pele até a profundidade desejada. Ela está indicado nos casos em que há presença de cicatrizes deprimidas e profundas, principalmente aquelas com bordas bem delimitadas. Normalmente procedimento é doloroso, mas com o uso de anestésicos fica muito tolerável.

Tem maiores riscos de deixar manchas escuras, principalmente em pessoas de pele morena.

Hoje, com o surgimento de outros métodos como o Laser e o Dermaroller, a dermoabrasão é cada vez menos utilizada.

[/accordion_item]

[accordion_item title=”Preenchimento de cicatrizes de acne”]

O preenchimento facial é uma técnica muito versátil, usada para várias funções no rosto e no corpo. Para o tratamento das cicatrizes deprimidas que desaparecem quando a pele é esticada, provavelmente o preenchimento é uma excelente indicação.

A técnica consiste em injetar substâncias debaixo da cicatriz, levantando-a. Os principais preenchedores utilizados atualmente são temporários, devido à segurança que oferecem, como o ácido hialurônico (que pode durar cerca de 1 ano).

O procedimento é bem tolerado, com pouca ou nenhuma dor, mas as pessoas mais sensíveis, podem utilizar um creme anestésico, resolvendo o problema.

[/accordion_item]

[accordion_item title=”Elevação das cicatrizes”]

A Elevação de cicatrizes é utilizada para aquelas cicatrizes fundas, deprimidas, que se assemelham com marcas de catapora.

Após anestesia, utiliza-se um instrumento próprio que fará o descolamento da cicatriz, elevando-a até ao nível normal da pele. Depois fixamos com curativo. Ocasionalmente a pele ficar até mais alta que a pele normal, sendo necessário, posteriormente, realizar uma dermoabrasão de toda a região para igualar a altura.

[/accordion_item]

[accordion_item title=”Excisão e sutura cirúrgica da cicatriz”]

A excisão e sutura de cicatriz só é utilizada em casos mais graves, para remover cicatrizes disformes, com bordas irregulares. A cicatriz resultante da remoção é mais uniforme, com resultado estético melhor.

[/accordion_item]

[accordion_item title=”Tratamento a Laser para cicatrizes de acne”]

Hoje, o tratamento a Laser para as cicatrizes de espinhas é um dos mais utilizados e com melhores resultados. Com o laser temos um melhor controle da profundidade e da área que queremos atingir e tratar. Assim, a profundidade do tecido a ser removido é controlada pelo computador, com parâmetros escolhidos pela experiência do médico. É indicado para cicatrizes deprimidas de bordas bem marcadas.

Os principais métodos utilizam o Laser Fracionado, que permite atingir mais profundamente, com menores riscos e em peles mais escuras também. Existem diversos lasers, mas os melhores resultados são atingidos com o Laser de CO2 fracionado.

(Saba mais sobre o Laser de CO2 Fracionado)

[/accordion_item]

[accordion_item title=”Subcisão para cicatrizes de acne”]

Na Subcisão utilizamos uma microlâmina, ou agulha, para elevar cicatrizes deprimidas.

A técnica consiste em liberar a pele da fibrose cicatricial que a puxa para baixo, como se fosse uma âncora.

Com o descolamento, há um pequeno hematoma devido ao trauma, que estimula a formação de tecido colágeno no local e ajuda a elevar as cicatrizes.

[/accordion_item]

[accordion_item title=”Dermaroller no tratametno das cicatrizes”]

Dermaroller, que consiste em um microagulhamento, provoca um estímulo na pele para a produção de colágeno abaixo das cicatrizes e a recuperação da textura da pele.

[/accordion_item]

 

O melhor tratamento para as cicatrizes de acne é a prevenção

O tratamento dos casos de espinhas e acne logo no seu início evita a formação de cicatrizes.

Todo caso de acne, independente da idade, independente do grau, deve ser tratado.

Existem medicamentos de uso tópico ou oral que controlam a doença e, até mesmo, podem acabar definitivamente com a acne em cerca de 6 a 8 meses nos casos graves ou resistentes aos tratamentos convencionais.

Algumas fotos* de cicatrizes de acne

 

 

Colaboração: Dr. Alexandre Lima

*Fotografias: As fotos não são de pacientes, foram retiradas de publicações científicas: “Acne Scars: Pathogenesis, Classification and Treatment“. Gabriella Fabbrocini et al

Veja também

 

[sc:AssineListaFinalPost ]

Tratamento da celulite com Sculptra

A celulite é caracterizada por diferenças que se apresentam na pele, devido a alterações no tecido gorduroso, modificações da microcirculação e drenagem linfática e também do tecido fibroso formando um aspecto de ondulação ou “casca de laranja”.

A celulite está presente em muitos homens, mas aparece em quase 100% das mulheres, devido a características anatômicas próprias delas. Acomete principalmente as regiões do bumbum (glúteos), coxas, culotes, abdômen e braços.

Seu aparecimento tem relação com fatores hormonais, predisposição genética, alimentação e sedentarismo.

Para tratar e combater a celulite é preciso uma combinação de fatores, que envolve mudanças nos hábitos alimentares, prática de atividades física e uso de tratamentos modernos.

Uma técnica que vem apresentando ótimos resultados é a aplicação de Sculptra. Sculptra é o ácido poli-L-lático.
Esse produto, utilizado há muitos anos com outras finalidades, tem ação, cientificamente comprovada na formação de colágeno.
Ao ser aplicado na pele promove uma intensa formação de colágeno novo. Isso melhora a flacidez e a textura da pele, além de ter um efeito preenchedor nas áreas de celulite.

Procure um médico da sua confiança, ele poderá falar sobre esse e outros métodos para o tratamento mais adequado tanto para celulite quanto para flacidez corporal.

[sc:AssineListaFinalPost ]

As Sardas São Perigosas? Dermatologista responde a essa e outras perguntas sobre o tema

Aquelas pequenas manchas que salpicam a pele podem ser comuns, mas as sardas permanecer um pouco como um mistério dermatológico para muitos – incluindo até mesmo aqueles que os têm. Entrevistamos três especialista para saber o básico sobre o assunto.

Então, o que exatamente são sardas?

“Sardas, também conhecidas como efélides, são manchas escuras causadas pelo sol”, diz o Dr. Joshua Zeichner, diretor de pesquisa Cosméticos e Clínica em Dermatologia da Mt. Hospital Sinai, em Nova York. “Elas ficam mais escuras no verão, quando a pele é exposta ao sol, e desvanece-se no tempo de inverno.”

Causados ​​pelos raios ultravioleta do sol, o sol estimula as células formadoras do pigmento da pele a produzir mais melanina na pele, mas, de acordo com o Dr. Howard Murad, “embora [sardas] sejam geralmente desencadeada pelo sol, elas vão se formar apenas naqueles que são geneticamente pré-dispostos a isto.”

Eu nasci com sardas. Certo?

Ao contrário da crença popular, ninguém nasce com sardas, que geralmente não aparecem até a adolescência. Dito isto, “sardas muitas vezes é ‘de família’, especialmente naqueles com pele clara e cabelos claros”, diz Jessica Wu, MD, um dermatologista baseada em Los Angeles e professor clínico assistente de Dermatologia da USC School of Medicine. “Aqueles com pele clara e cabelos ruivos ou loiros podem herdar células de pigmento da pele que são mais sensíveis aos raios UV, assim eles produzem mais pigmento melanina nesses pontos “.

Então, como posso saber se meus “pontos” são, na verdade, sardas ou qualquer outra coisa?

“Sardas são muitas vezes confundidas com manchas de sol, também conhecidas como lentigos”, diz Zeichner. Normalmente sardas são encontrados somente em partes expostas ao sol da pele como a face, braços, pernas, e poucos ou nenhum nos seios ou nádegas, “a menos que sejam nudistas”, brinca Wu.

As sardas são perigosas?

As pintas em si, não causam qualquer temor, mas “Aqueles que são geneticamente pré-dispostos a sardas são frequentemente pele clara, o que por sua vez sua vez torna-os mais suscetíveis ao câncer de pele”, adverte Murad, Wu concorda: “Eu adverti meus pacientes com sardas que ser mais disciplinado sobre o uso de protetor solar, especialmente nas áreas que apresentam sardas. Estas áreas tiveram mais exposição aos raios UV. ”

Você pode (de forma segura) acabar com as sardas?

As Sardas podem ser atenuadas com tratamento adequado, e sardas novas, geralmente desaparecem por conta própria. “Para clarear sardas topicamente, procure produtos com vitamina C, ácido azeláico, ácido elágico, bear berry e licorice, que podem ser usadas a suprimir e gradualmente clarear hiperpigmentação da pele”, diz Murad. “Eles também podem responder a medicamentos como Ácido Retinóico ou hidroquinona”, afirma Wu. “Eu costumo usar um laser de luz pulsada intensa (IPL) para o claremento das sardas. O procedimento demora cerca de 20 minutos. ”

É possível prevenir a formação de sardas?

Tal como acontece com muitas coisas na vida, a prevenção é fundamental. “Usar protetor solar todos os dias como parte de seu regime, como escovar os dentes. O protetor solar pode ajudar a prevenir a formação e o escurecimento de sardas, queimaduras solares, câncer de pele e rugas “, diz Zeichner.

Então, o que significa tudo isso?

Prática de sol seguro é importante para todos, mas ter sardas significa que você precisa ter cuidado extra, especialmente certificando-se que a sua pele é protegida com um protetor solar de amplo espectro. “Você herdou uma predisposição para sardas, e está susceptível a obter mais delas – além do risco de câncer de pele – se você não usar proteção solar”, alerta Wu.

 

Talvez você queira conhecer:

Artigo original: Jamie Stone (Are freckles dangerous? Dermatologists answer this and more questions about the spots)

Tradução: Dr. Alexandre Lima CRMMG 38981

Belo Horizonte

[sc:AssineListaFinalPost ]