TAKING TOO LONG?
CLICK/TAP HERE TO CLOSE LOADING SCREEN.

Tratamento a Laser para Melasma

Fases do Tratamento do Melasma

A primeira fase no tratamento do melasma, e a mais importante, consiste na avaliação médica detalhada. O seu dermatologista deve analisar as características das suas manchas, vai avaliar a cor da pele, estado clínico e hormonal, tudo para saber o que acarretou a formação do melasma. O melasma é muito difícil de ser eliminado, assim é necessário uma constante busca por novos estudos, tecnologias e formas de tratamento.

O segundo ponto e também muito importante é o tratamento domiciliar. Depois daquela avaliação, seu médico vai prescrever cremes para o tratamento do melasma, protetor solar próprio para a sua pele, medidas de prevenção à exposição solar (de extrema importância) e por último vai determinar os procedimentos mais indicados, entre eles, por exemplo, o tratamento a laser para o melasma. O ideal, nos casos de melasma e nos tratamentos a laser, é que o protetor indicado contenha base, por proteger não só contra a radiação ultravioleta, mas também da luz visível.

O terceiro ponto é a associação de procedimentos ao tratamento: nesse campo o que tem se mostrado como tratamento mais moderno é o Laser Q-Switched Fracionado. Existem excelentes equipamento no mercado: Elektra, Spectra, Vektra. E o hoje, dispomos dessa tecnologia na Clínica Dr. Alexandre Lima, para trazer resultados ainda melhores aos nossos pacientes.

 

 

[dt_sc_accordion_group]

[dt_sc_toggle title="Como funciona o Tratamento a Laser para o Melasma"]

O laser, ao ser aplicado na mancha do melasma, causa um "impacto" que quebra a estrutura do pigmento e este será absorvido e eliminado pelas nossas células. As vantagens das tecnologias atuais é que o pulso é rápido e intenso, quebrando o pigmento, mas sem aquecer a pele, o que pode gerar mais manchas.

[/dt_sc_toggle]

[dt_sc_toggle title="Vantagens do tratamento a Laser"]

Utilizando a tecnologia do Laser Q-Switched temos alguns benefícios:

  • A aplicação do laser é indolor: não há necessidade de nenhuma anestesia, nem tópica.
  • A uso desse laser para melasma Não Agride a Pele.
  • Após a aplicação não há vermelhidão ou descamação.

Sendo assim temos uma alternativa excelente para aquelas pessoas que querem tratar as manchas da pele, mas por questões ocupacionais acabam se expondo um pouco mais ao sol. Esse laser pode ser aplicado mesmo nos casos de quem se expõe ao sol ou logo após voltar da praia, por exemplo.

[/dt_sc_toggle]

[dt_sc_toggle title="O que devo esperar ao tratar o melasma"]

Os resultados dos tratamentos, seja a laser ou outros, dependerá muito do tipo de pele, das características da mancha (principalmente de profundidade) e dos cuidados que o paciente tem no seu dia-a-dia. Como já foi dito o melasma é de difícil tratamento, requer muita disciplina e cuidados adequados.

Uma orientação importante ao paciente é que o tratamento do melasma é para toda a vida. No início do tratamento são associadas mais técnicas e produtos. Depois, mesmo com a melhora da mancha (dependendo da profundidade ela nunca será removida completamente) é necessário o uso diário de produtos de manutenção e realização esporádica de novos procedimentos.

A contraindicação mais importante do melasma é a exposição solar. Pois ele é extremamente sensível à radiação e calor.

Mesmo nos casos que se alcança um clareamento completo, uma pequena exposição pode levar a um retorno completo da lesão. Quando for preciso se expor um pouco mais, além de protetor solar de ótima qualidade aplicado, que deve ser usado em intervalos pequenos, devem lançar mão de outras formas de proteção física como óculos de sol, chapéus de preferência com aba mínima de 7 cm, tecido com proteção solar e barracas.

[/dt_sc_toggle]

[dt_sc_toggle title="O que devo esperar ao tratar o melasma"]

Após a aplicação de laser para o Melasma, não há nenhuma alteração na pele e deve ser mantido as orientações do médico dermatologista.

Quando utilizamos a Intradermoterapia, pode acontecer pequeno hematoma ou dor no local da aplicação, que melhoram em poucos dias.

No pós Peeling, as alterações mais comuns, que desaparecem em uma semana, são vermelhidão, sensibilidade e descamação.

De acordo com a evolução do tratamento, será avaliada qual a melhor forma de manutenção. Caso ocorra uma melhora completa, a manutenção será feita com ácidos de uso domiciliar com baixo grau de irritabilidade, associados aos antioxidantes orais e tópicos e protetor solar, sendo necessária a realização de procedimentos esporadicamente.

Se a melhora completa não ocorrer, os procedimentos são mantidos em maior frequência e os ácidos utilizados são mais irritativos, sendo necessária a variação de produtos ocasionalmente.

[/dt_sc_toggle]

[/dt_sc_accordion_group]

 

[dt_sc_pullquote type="pullquote1" align="center" icon="yes"]Você precisa saber que exposição solar não significa apenas ficar embaixo do sol na praia ou na piscina. O que mais prejudica a pele é a radiação ultravioleta, infravermelha e luz visível, e estas são recebidas mesmo em ambiente fechado, dependendo do tipo de fonte luminosa a que estamos expostos.[/dt_sc_pullquote]

[sc:AssineListaFinalPost ]

Category: Tratamentos